Como lidar com a bipolaridade em crianças

É meio modinha chamar de bipolar qualquer pessoa que demonstre oscilações de humor. Mas, afinal o que é transtorno bipolar? A doença pode ocorrer tanto em homens, quanto em mulheres, costuma ter inicio por volta dos 25 anos, no entanto, ocorre também na infância. Mudanças de humor, todos os seres humanos vivenciam, porem, no bipolar essas alterações são drásticas e cada humor se prolonga por meses. O paciente passa por fases de depressão, mania ou hipomania.

Depressão: tristeza profunda, sensação de vazio, ideias suicidas, desanimo…

Mania: fase eufórica, é comum apresentar agressividade, falas e pensamentos alterados, impulsividade e, as vezes, delírios.

Hipomania: Em muitos pacientes a oscilação é entre a depressão e a hipomania, nunca chegando a mania. A hipomania, é uma forma mais suave de mania onde, muitas vezes, aqueles sintomas parecem ser apenas traços da personalidade do sujeito.

Na infância, além de ser a exceção, o diagnostico se torna mais difícil tendo em vista que a personalidade ainda não não está formada. A criança apresenta queda no rendimento escolar, agressividade e padrão destrutivo. A convivência com o portador do transtorno se torna difícil, principalmente pela agressividade (física ou verbal), sendo muitas vezes inevitável manter distância por um tempo. Mas, nesse caso, o afastamento é quase impossível. A família tem de estar próxima durante esta fase da vida. O tratamento se dá através de medicamentos passados por um psiquiatra e um indispensável acompanhamento psicológico. Em ambos o foco é tanto no transtorno em sim, quanto na fase em que a pessoa estiver vivenciando no momento.

Mais sobre empoderamento…

Hoje vou deixar vocês com a letra de uma musica que fala sobre o empoderamento feminino.
créditos e vídeo no final do texto.


Ela

Ela está cansada de jogar a toalha
As teias de aranha estão sendo removidas gradualmente
Ela não dormiu esta noite, mas não está cansada
Ela não olha para nenhum espelho, mas se sente muito bonita
Hoje ela colocou cor nos cílios
Hoje ela gosta do sorriso dela, não se sente estranha
Hoje ela sonha o que quer sem se preocupar com nada
Hoje é uma mulher que realiza sua alma
Hoje você vai descobrir que o mundo é só para você
Que ninguém pode prejudicá-la, ninguém pode prejudicá-la
Hoje você vai entender
Esse medo pode ser quebrado com um único golpe de porta
Hoje você vai rir
Porque seus olhos estão cansados ​​de estar chorando, de estar chorando
Hoje você vai conseguir
Rir até de você e ver que você fez isso
Hoje você vai ser a mulher
Que você quer ser
Hoje você vai amar
Desde que ninguém nunca quis amar você
Hoje você vai olhar
Que volta já dói o suficiente
Uma mulher corajosa, uma mulher sorridente
Veja como isso acontece
Hoje a mulher perfeita que eles esperavam nasceu
Ele quebrou sem regras as regras marcadas
Hoje ela tem saltos de sapatos para dar seus passos
Hoje ela sabe que sua vida nunca será um fracasso
Hoje você vai descobrir que o mundo é só para você
Que ninguém pode prejudicá-la, ninguém pode prejudicá-la
Hoje você vai conquistar o céu
Sem olhar a que altura do chão
Hoje você será feliz
Embora o inverno seja frio e longo, e longo
Hoje você vai conseguir
Rir até de você e ver que você fez isso
Hoje você vai descobrir que o mundo é só para você
Que ninguém pode prejudicá-la, ninguém pode prejudicá-la
Hoje você vai entender
Esse medo pode ser quebrado com um único golpe de porta
Hoje você vai rir
Porque seus olhos estão cansados ​​de estar chorando, de estar chorando
Hoje você vai conseguir
Rir de você e ver que você fez isso

Musica da cantora espanhola Bebe
https://www.youtube.com/watch?v=IhTOKqwXgzQ

As diferentes faces de uma mulher

Todos nós exercemos diversos papeis sociais e ao longo da vida passamos por vários ciclos. Tanto homens quanto mulheres passamos por isso. Somos mães, esposas, profissionais e muitas outras funções no nosso dia a dia.

No livro A Deusa Interior, os autores usam arquétipos de deusas gregas para definir diferentes “tipos” femininos. Fiz uma pequena adaptação para falar dos diferentes papéis exercidos pelas mulheres. Podemos desempenhar mais de um ao mesmo tempo e o foco de nossas vidas pode vir a mudar ao longo dos anos

Profissional ou intelectual– Está focada em trabalho ou aperfeiçoamento acadêmico

Sedutora – o seu foco é a sexualidade e o seu poder de atração

Religiosa- Como o próprio nome já sugere, ela vive em prol da espiritualidade, independente da religião ou mesmo se tem uma religião.

Selvagem- Gosta de estar em contato com a natureza, se isolar no campo é uma boa pedida para ela. É independente e não gosta de andar em grupos.

A Mãe – a prioridade de sua vida são os filhos. Muitas vezes abre mão das suas necessidades em prol dos filhos.

Esposa– é do tipo de mulher que vive em função do companheiro e se neutraliza por completo.

Empoderamento feminino

Não é de hoje que o papel da mulher na sociedade vem mudando. Outrora submissa e dominada pelo patriarcado, figuras femininas ganham cada vez mais espaço, notoriedade e respeito. Ainda há muito o que ser conquistado, e até aqui décadas se passaram. O avanço tem sido lento e a luta por igualdade de gênero ainda está longe de um final feliz.

Elas ainda ganham menos, têm dupla jornada de trabalho, ainda são assediadas no transporte publico e quando vítimas de violência sexual são, na maior parte das vezes, acusadas de uma culpa que não possuem.

A população feminina se sente muitas vezes limitada, insegura e menos capaz. Chegando a verbalizar desconforto em ser mulher. A violência vai além da agressão física, esta agressão também pode ser, e é na maior parte das vezes, psicológica que está presente no dia a dia e nas pequenas coisas. No medo de andar na rua sozinha, no subestimar com frases estereotipadas que “tinha de ser mulher”, na falta de apoio de sua família e companheiro. Mulheres são “colocadas pra baixo” o tempo todo e cobradas em dobro para provar que são capazes. Em alguns casos, esta realidade pode levar a uma descrença de si, baixa autoestima e até mesmo depressão.

É preciso emponderá-las! Este assunto, inclusive, tem andado bastante em pauta, mas o que é empoderamento? Ou melhor, o que é empoderamento feminino?

Em 2005, foi debatido no Fórum Econômico Mundial a conscientização da necessidade de empoderar mulheres. O tema foi dividido em 5 dimensões:

1. Participação econômica- presença no mercado de trabalho em termos quantitativos.

2. Oportunidade econômica- respeito à qualidade do envolvimento econômico das mulheres, pois embora tenham certa facilidade de encontrar trabalho delas ainda são os menores salários.

3. Empoderamento político- diz respeito não só à representação equitativa de mulheres em estruturas de tomada de decisão.

4. Avanço educacional- Garantir uma educação de qualidade para que se tenha maior discernimento e mais oportunidades de trabalho.

5. Saúde e bem-estar- Diz respeito ao acesso à saúde, segurança para ir e vir isenta de vulnerabilidade sexual.

Através da dimensão da saúde e bem-estar, a psicologia pode ajudar mulheres a alcançarem também as demais dimensões. Afinal, mulheres mais felizes e conscientes de quem são no mundo, com saúde mental em equilíbrio e autoestima estão mais preparadas para buscar a capacitação educacional, liderar e correr atrás de melhores oportunidades de trabalho.